Rede Social do Bambu

Encontro de Pessoas e Comunidades de Entusiastas da Cadeia Produtiva do Bambu

Por milênios o bambu foi considerado um elemento, um personagem, vivo e cheio de adjetivos.

Em uma determinada China por exemplo:

  • Acredita-se que dentro do gomo do bambu tem um ar tão puro, que os anjos vêm a terra se hospedar alí dentro durante as noites.
  • O Bambu é o elemental que representa a parteira de todos os animais da floresta.
  • O Bambu é a chave da saúde humana, sua vara representa a coluna e seus meridianos.
  • Uma frase atribuída a Confúcio sintetiza o pensamento oriental sobre o bambu: "nós podemos viver sem carne; nós não vivemos sem bambu". Esta planta permeia a imaginação de chineses, japoneses entre outros, e seus povos fixam o bambu em pinturas, desenhos e gravuras, e até palavras. Sem contar que o pincel, o papel e o material de escultura são muitas vezes fabricados do próprio bambu. A seguir algumas traduções livres das palavras de poetisas japonesas:

    • "Eu apenas amo pintar bambu / seu verde / refletido em minha veste." - Ema Saiko

    • "Deixem-nos plantar / no jardim de um guerreiro. / Talvez tornem-se arcos, talvez tornem-se flechas / touceiras de bambu / de dez mil anos." - Takabatake Shikibu

    • "Este cavalheiro / cresce e cresce / auspiciosamente: / aprenda com ele / e tu sempre florescerás." - Otagaki Rengetsu

No Brasil observamos o uso do bambu pelos indígenas. O livro "Dicionário da Arte Indígena Brasileira", de Berta G. Ribeiro - Ed. Itatiaia Ltda./EDUSP, encontrado no Museu do Índio do Rio de Janeiro - revela um incrível panorama: prendedores de cabelo coloridos / pg. 189 (Cruatecasea spruceana), flautas de diversos tipos / pg.200, bastões ocos de ritmo / pg. 197, haste de flechas (Guadua angustifolia), carcás para setas de sarabatana (Guadua superba - "Taquaruçu") e tubo de sarabatana (Arundinaria schomburgkii) / pg.245, facas e recipientes de taboca, pau ignígero de taquara, aspirador de rapé de taboca e cestas de taquarinha.

O homem rural brasileiro logo aprendeu a multiplicidade de usos desta planta, e passou a explorar suas potencialidades. Logo o brasileiro fabricava utensílios de cozinha e de mobiliário com grande habilidade, os artesãos formam suas oficinas, e essa cultura difunde-se no Brasil. É possível atualmente encontrar esses artesãos em muitas cidades brasileiras.

Foi a vez do cidadão urbano verificar a beleza, praticidade e versatilidade deste material. O bambu começou a ser implementado em objetos das cidades.

 

Risos.... Avião, barcos, pranchas, laminados....

Para ler mais a respeito desse artigo visite aqui

 

Agora, eu, particularmente, acredito que tem gente que muitas vezes ensina algo incompleto, ou errado, por que, diferente do bambu, as pessoas vivem sistemas comerciais baseados na concorrencia e competição fria, o que gera a guerra e a morte. Enquanto uns se apoiam no exemplo da vida, naturalmente, com seus 5 bilhões de anos de existencia, a terra é um instrumental para gerar recursos, vida. Eu penso. Hoje eu administro meu sistema profissional apoiado na cooperação, ensino sim a quem quer aprender, o caminho pra se alcançar a beira da praia. Cada fruta boa que eu como eu planto a semente. O meu segredo eu não conto. Pesquiso a apenas tres anos, trabalho a dois, as vezes me pego pensando que trabalho a milênios de anos com o bambu. As vezes parece que encontro pessoas que dizem de boca cheia, trabalho a 10 anos. A gente observa as atitudes da pessoa e imagina que ela trabalha com o bambu, se desenvolve com o bambu a apenas 2 anos e repete isso a 8 anos por aí, perceber que somos pequenininhos. Sem os nós as fibras do bambu se descolariam ao movimentar-se com o vento. Nenhuma vara chegaria ser tão grande e tão potente se não tivesse nascido uma menor no ano anterior. Nenhum de nós entendemos com clareza o motivo de uma graminia transformar a luz do sol em energia e organizar o reino mineral metabolizando-o e disponibilizando organizado, orgânico. E essa gramínia, rica em óxido de silício, o elemento mais abundante do planeta, é devorada rápidamente por um inseto da ordem dos coleópteros, a ordem que tem o maior numero de espécies de seres vivos. É a base do abc da vida.... até chegar nos animais de porte grande vem muita floresta, muita biodiversidade. O ser que está posicionado no lugar errado, ou na hora errada é otimizado do sistema sim. E a natureza tem ferramentas que desconhecemos e é capaz de criar novas pra fazer isso. Os viros por exemplo. Agora, no corpo saudável, a vida vem, a gente planta, e com nossas atitudes, principalmente as de consumo, nós influenciamos a transformação do meio, o que acarreta no aumento da vida e chegamos a um lugar onde é possível viver com saude, obtivemos nossos alimentos e satisfazemos nossos desejos com o sentimento de uma felicidade interna, diretamente ligada ao cumprimento de nossa função em relação ao macroorganismo cuja parte somos, ao invéz de uma satisfação externa, motivada por bem de consumo, e uma vida de trabalho fora de um sistema que gera vida, onde seus princípios são inoportunos à dinamica do planeta causando assim a falência.

 

Mas nós estamos aqui buscando algo melhor, somos dotados de sentidos para perceber isso. Co-criarmos um ambiente mais rico por onde passamos. Com nossas práticas, palavras, pensamento

 

Meu nome é Pedro e assim falei. 

 

 

Exibições: 725

Responder esta

© 2014   Criado por Egeu Laus.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço